Posts Tagged ‘zé roberto’

Meio Zé Roberto retornou de Salvador no mesmo avião da delegação tricolor

Voltar da Bahia com a liderança do Campeonato Brasileiro novamente em mãos era tudo aquilo que o grupo do Fluminense queria. Na tarde deste domingo, o time derrotou o Vitória por 2 a 1, no Barradão, e, beneficiado pela derrota do Corinthians para o Inter, por 3 a 2, em Porto Alegre, reassumiu a primeira posição. O Tricolor está com 48 pontos, um a mais que os paulistas.

Julio Cesar Deco Marquinho FluminenseJulio Cesar, Deco e Marquinho: clima descontraído na volta de Salvador

Logo após o jogo em Salvador, a delegação tricolor se dirigiu ao aeroporto da capital baiana. À espera do embarque, os atletas atenderam aos pedidos de fotos e autógrafos dos torcedores que estavam no local.

No avião, clima tranquilo. Para passar o tempo, música, vídeos, jogos eletrônicos e leitura. O atacante Washington escolheu um livro que aborda o humor na internet e se divertiu com algumas piadas. O volante Belletti preferiu ouvir hip-hop, enquanto o zagueiro Leandro Euzébio optou pelo som do grupo Exaltasamba.

Ze Roberto VascoZé Roberto com a esposa e o filho no voo do Flu

Entre tantos tricolores, um rival que pode se transformar em “aliado” em breve. O meia vascaíno Zé Roberto passou o dia de folga com a esposa e o filho em Salvador e viajou no mesmo voo. Curiosamente, o Vasco tem a chance de dar uma força ao Fluminense na disputa pelo título. O Corinthians tem um jogo a menos, justamente contra os cruzmaltinos. A partida foi adiada em função dos festejos pelo centenário do clube paulista e vai ser realizada em 13 de outubro, no Rio.

– Ninguém me pediu ajuda, não (risos) – disse Zé Roberto.

A aeronave pousou no Aeroporto Internacional Tom Jobim por volta de 22h30m. O atacante Rodriguinho, que sofreu o pênalti convertido por Conca e fez o segundo gol da vitória em Salvador, foi o único a dar entrevista e comemorou a volta da boa fase. Ele chegou a quatro gols no Nacional.

– No começo os gols não estavam saindo e faltava um pouco de paciência, mas sempre disse que a partir do momento que os gols saíssem a tranquiliadade voltaria. As bolas estão chegando e eu estou sendo feliz – comentou.

Nesta segunda-feira, os jogadores que não disputaram os 90 minutos contra o Vitória se reapresentam nas Laranjeiras, às 15h30m. Na terça, o time vai treinar no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no mesmo horário. No dia seguinte, a equipe joga contra o Avaí, pela 26ª rodada, às 21h.

O técnico Muricy Ramalho não vai poder contar com o lateral-esquerdo Carlinhos. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. Julio Cesar será o substituto

Para Zé Roberto, time cruzmaltino está pecando também pelo preciosismo

Zé Roberto em entrevista coletiva no vascoZé Roberto diz que falta tranquilidade para finalizar

PC detectou o problema e os jogadores a causa dele. Segundo o treinador, o Vasco não tem conseguido vencer os jogos porque está pecando muito na finalização. Uma tese que é compartilhada pelos atletas. Para eles, os erros na hora de decidir os lances realmente têm acontecido. E o motivo para isso é simples: a ansiedade.

Segundo Zé Roberto, os jogadores estão querendo tanto conquistar as vitórias, que acabam errando em pequenos detalhes na hora de chutar a gol.

– A gente vem jogando bem, mas a ansiedade atrapalha. A gente está errando coisas bobas. Isso está atrapalhando. Temos que ser mais tranquilos. Cada um tem que saber o que tem que fazer dentro de campo e não se precipitar.

Com a autoridade de quem observa de dentro do campo os homens de frente tentando chegar ao gol do adversário, o goleiro Fernando Prass diz que o problema é o excesso de vontade de vencer.

– Precisamos de duas ou três vitórias para nos aproximarmos de vez do grupo lá em cima. Não podemos ficar ansiosos. A ansiedade leva você a errar passes e a se posicionar mal.

Preciosismo também é apontado como vilão

Mas não é só a ansiedade que tem atrapalhado o Vasco na hora de colocar a bola para dentro do gol rival. Segundo Zé Roberto, o fato do time contar com muitos jogadores habilidosos faz com que haja uma tendência da equipe tentar se aproximar o máximo possível da meta do adversário, o que, por vezes, acaba fazendo com que o clube perca a jogada.

– Muitas vezes a gente se perde por ter muita qualidade. Às vezes, a gente tem a oportunidade de chutar, mas acaba dando um toque para tentar chegar mais perto do gol. Acho que falta um pouquinho esse chute de longe. Temos pessoas que chutam bem de longa distância e que podem surpreender. Às vezes, a gente peca no excesso de capricho.

De perto ou de longe, o torcedor do Vasco espera que o time volte a marcar muitos gols. De preferência já nesta quinta-feira, no jogo contra o Avaí. O duelo, que será disputado em São Januário, tem início às 21h (horário de Brasília).

devil fight 2

Equipe esbarra no Cruzeiro e perde a chance de colar na zona da Libertadores

Empate e vaias em São Januário: 1 a 1 (Vipcomm)

Vídeo do Gol do Vasco | Golaço do Zé Roberto

A intenção de ambos era se aproximar do G-4 do Brasileirão, ou quem sabe até dormir na zona de classificação da Libertadores da América. Mas Vasco e Cruzeiro terão de esperar um pouco mais. Neste sábado, concorrentes diretos que são, cariocas e mineiros ficaram iguais em São Januário, que recebeu bom público, pela 17ª rodada (13.691 pagantes). Os gols saíram no primeiro tempo. Zé Roberto, de muito longe, marcou para os vascaínos, enquanto a Raposa diminuiu num gol contra do zagueiro Fernando.

Se não foi excelente para ninguém, o placar de 1 a 1 agrada mais ao time do técnico Cuca, que está em sexto, com 25 pontos. A equipe de PC Gusmão, que poderia ter ultrapassado o adversário com uma vitória, ocupa o oitavo lugar, com 23. O retrospecto do confronto continua ruim para o time da Colina. Nos últimos seis confrontos entre as equipes (ou quatro anos), a equipe celeste não perdeu. Os vascaínos venceram pela última vez no primeiro turno do Brasileiro de 2006, quando fez 1 a 0 em São Januário.

Atacante reclama de time extremamente defensivo em jogo contra o São Paulo

'Faltou jogar futebol' (Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco da Gama)A distância do G-4 caiu para dois pontos, o técnico PC Gusmão se manteve invicto no Brasileiro e o Vasco saiu do Morumbi com um empate por 0 a 0 com o São Paulo. Motivo de satisfação? Não para Zé Roberto, que quase não encostou na bola. Ou melhor, ele viu o seu time sair de campo sem dar sequer um chute a gol. O atacante reconheceu a importância do resultado, mas não gostou do andamento da partida.

– Sabemos da dificuldade que é jogar no Morumbi, que o importante era não perder. Mas faltou jogar mais futebol – afirmou, em entrevista ao SporTV.

De acordo com Zé Roberto, o time se destacou na marcação. No entanto, esqueceu da parte ofensiva.

– Podíamos ter partido mais para cima deles. Marcamos muito e não encaixamos os contra-ataques. Está bom por ser contra o São Paulo e fora de casa – declarou.