Posts Tagged ‘vasco boutique’

Time posa com a camisa comemorativa da volta à Série A

Anúncios

Raposa aproveita expulsão de Jonílson e Tiago para estragar festa pelo título da Libertadores de 1998

O dia era de festa em São Januário para homenagear os campeões da Libertadores de 1998, conquistada pelo Vasco há dez anos. Só esqueceram de avisar ao Cruzeiro, que não perdoou o time da Colina e venceu por 3 a 1, pela quinta rodada do returno do Campeonato Brasileiro. Jonílson e o goleiro Tiago foram expulsos. E até Edmundo foi parar no gol cruzmaltino. Guilherme (2) e Ramires balançaram a rede para os mineiros. André descontou para os cariocas.

Com o resultado, a Raposa chegou aos 43 pontos na tabela de classificação e tomou a vice-liderança do Palmeiras no saldo de gols (13 contra 9). O time da Colina permaneceu com 26 pontos, na 14ª colocação na competição. Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Náutico, em São Januário. O Cruzeiro pega o Palmeiras, no Mineirão. As duas partidas vão acontecer no domingo, dia 14 de setembro.

Expulsão de Jonílson desestabiliza o Vasco

Logo aos dois minutos, o Cruzeiro teve uma boa chance de marcar. Wagner recebeu dentro da área e chutou em cima da zaga, que salvou o Vasco de levar o primeiro gol. Aos 9, Fernandinho chutou cruzado de fora da área, e o goleiro Tiago bateu roupa. A defesa afastou o perigo com Edu. Um minuto depois, Mateus quase marcou olímpico para o time da Colina.

Em dois minutos, o técnico Tita sofreu um duro golpe na equipe que montou para o confronto desta quinta-feira. Aos 23, Wagner Diniz torceu o joelho e precisou deixar o campo de jogo. Marcus Vinícius entrou em seu lugar, já vaiado pelos torcedores. Dois minutos depois, Jonílson entrou duro em Ramires e acabou expulso pelo árbitro paulista Rodrigo Martins Cintra.

Aos 27, Wagner bateu falta da entrada da área e o lateral-esquerdo tirou a bola com a mão, pênalti marcado pelo árbitro. Na cobrança, dois minutos depois, Guilherme bateu de um lado e o goleiro Tiago caiu para o outro: 1 a 0 Raposa.

O Vasco só voltou assustar aos 35 minutos com uma cobrança de falta na entrada da área. Madson cobrou e Fábio espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Marcus Vinícius perdeu uma bola na intermediária para Ramires. O volante entrou na área e aproveitou a saída errada do goleiro Tiago para marcar o segundo gol da Raposa. A torcida não perdoou e vaiou o camisa 1, pedindo pela entrada de Roberto.

Completamente perdido em campo, o Vasco via o Cruzeiro dominar o jogo por completo. A defesa passou a mostrar insegurança e a Raposa quase marcou mais um aos 45. Guilherme recebeu do lado esquerdo da grande área e chutou para ótima defesa de Tiago, que evitou o terceiro gol do rival. Madson ainda arriscou um chute de fora da área, mas Fábio fez a defesa com tranqüilidade, aos 47.

Sem Tiago, expulso, Edmundo vai para o gol

VIPCOMM

Edmundo no gol do Vasco

Perdendo por 2 a 0, o técnico Tita decidiu mudar radicalmente o esquema tático da equipe. O Vasco deixou o 4-4-2 no vestiário e voltou para o gramado de São Januário com três zagueiros. O treinador optou por colocar André e Serginho nas vagas de Edu e Alex Teixeira. Logo com um minuto, o time da Colina teve a chance de diminuir. Madson dominou na entrada da área e arriscou. A bola passou à esquerda do goleiro Fábio.

A mudança surtiu efeito e o Vasco melhorou na etapa final. O Cruzeiro, por sua vez, preferiu ficar no campo de defesa, administrando o resultado. Madson cresce na partida, tentando levar o time ao ataque. Porém, o meia pecava no último passe, facilitando a zaga da Raposa.

Enquanto o Vasco tentava diminuir o prejuízo, o Cruzeiro tocava a bola e assustava nos contra-ataques. Em um dos bons lances criados por Madson, o time da Colina ganhou uma falta pelo lado direito da defesa da Raposa. O meia cobrou falta e o zagueiro André escorou para marcar.

Aos 28, após uma falha bisonha de Eduardo Luiz, Guilherme dominou na entrada da área e driblou Tiago. O goleiro foi obrigado a fazer o pênalti. Sem poder fazer outra substituição, Edmundo assumiu a camisa 1, mas não teve jeito. Guilherme marcou o terceiro do Cruzeiro, aos 31. Derrotada, a torcida cruzmaltina ovacionou o Animal, que tentou encaixar uma bola. No fim, mesmo com o tropeço, os gritos ecoaram na Colina: “Ah, é Edmundo!”

VÍDEOS CENTRAL BRASILEIRÃO

Compacto de Vasco 1 x 3 Cruzeiro pela 24ª rodada do Brasileirão 2008Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 09:24
Os gols de Vasco 1 x 3 Cruzeiro pela 24ª rodada do Brasileirão 2008Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 02:00
Vasco X Cruzeiro – Gol do Vasco – André aos 25 do 2º Tempo – Brasileirão 2008 – Rodada 24Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 00:57
Vasco X Cruzeiro – Gol do Cruzeiro – Guilherme aos 31 do 2º Tempo – Brasileirão 2008 – Rodada 24Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 00:55
Vasco X Cruzeiro – Gol do Cruzeiro – Ramires aos 36 do 1º Tempo – Brasileirão 2008 – Rodada 24Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 00:47
Vasco X Cruzeiro – Gol do Cruzeiro – Guilherme aos 29 do 1º Tempo – Brasileirão 2008 – Rodada 24Adicionado no CB em: 04/09/2008
Tempo: 01:11

Animal deixa o campo desolado e diz que jogadores do Cruzeiro debocharam da equipe cruzmaltina na Colina

O atacante Edmundo deixou o campo de jogo chorando copiosamente após a derrota por 3 a 1 para o Cruzeiro, nesta quinta-feira, em São Januário. No segundo tempo, o Animal foi para o gol após a expulsão do goleiro Tiago. Depois do apito final, o jogador desabou e deixou o campo completamente desolado.

– A gente é roubado em todo lugar. A gente não merece isso não. Isso é muito humilhante para mim. Estou chorando porque a gente tem uma torcida que não merece isso, merece coisa melhor. É humilhante demais. Eu não preciso disso não. Dentro do campo, o cara ficar debochando da gente – disse Edmundo, enquanto a torcida cantava e dizia que ele era “o melhor goleiro do Brasil”.

Edmundo costuma atuar no gol nos recreativos disputados em São Januário. O jogador se ofereceu para entrar na vaga de Tiago e sofreu o terceiro gol do Cruzeiro, em cobrança de pênalti de Guilherme. O Animal ainda fez duas boas defesas, salvando o time carioca do pior.

DATA: 31/07/2008 às 20:30
ESTÁDIO: SÃO JANUÁRIO/RIO DE JANEIRO

VASCO/RJ x ATLÉTICO/MG

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

Divulgue seu blog!

Outros Canais Disponiveis:

.

Links de Rádios :

http://www.tupirio.com.br
http://www.radioglobo.com.br
http://www.superboavontade.com.br
http://www.cbn.com.br
http://www.radiomanchete.com.br
http://www.transanet.com.br

.

Não viu os gols ? Veja no Central Brasileirão

Os melhores momentos, compacto do jogo, Vídeos da Torcida e Imagens inéditas!

reveja tudo detalhadamente na Central do Brasileirão: Clique Aqui!

.

Acompanhe os outros jogos da Rodada

Todos os Jogos da Rodada da Série “A” do Brasileirão

.

ARBITRAGEM:


JAILSON MACEDO FREITAS/BA (ASP.FIFA)
ALESSANDRO ALVARO ROCHA DE MATOS/BA (FIFA )
BELMIRO DA SILVA/BA
4º ÁRBITRO: WAGNER DO NASCIMENTO MAGALHAES/RJ
OBSERVADOR: SERGIO OLIVEIRA SANTOS /RJ

.

Em meio a turbilhão político, Vasco encara o Ipatinga na Colina

Assista No Blogão do Biel

Em 12º lugar no Brasileirão, equipe do técnico Antônio Lopes busca a sua terceira vitória na competição

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

Morais volta ao time do Vasco

Em meio a polêmicas das eleições presidenciais para escolha de um novo mandatário, o Vasco encara o Ipatinga neste sábado, às 18h20m, em São Januário, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Sem Eurico Miranda no poder, o time do técnico Antônio Lopes entra em campo com quatro desfalques, entre eles o atacante Edmundo, que segue suspenso pelo STJD. Diretoria à parte, ao clube só resta uma vitória para se aproximar dos líderes da competição (Flamengo, Grêmio e Cruzeiro), que já somam 16 pontos na tabela.

O Vasco ocupa a 12ª colocação na classificação, com oito pontos. O Ipatinga tem três pontos a menos e está no 18º lugar.

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

Assista No Blogão do Biel

Briga política agita semana na Colina

Durante a semana, o assunto menos discutido em São Januário foi futebol. Em meio à briga política pelo poder, jogadores e comissão técnica trabalharam quase anônimos durante os últimos dias. Para se ter uma idéia da preocupação com as eleições, que ocorreram na última sexta-feira, os atletas e o treinador só concederam entrevistas duas vezes nos últimos cinco dias.

Em campo, o técnico Antônio Lopes voltou a ter problemas para escalar o time. Mais uma vez, os zagueiros Luizão e Jorge Luiz e o meia Leandro Bomfim vão desfalcar o time. Os atletas ainda não têm previsão de retornar à equipe.

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

Por outro lado, Lopes deu um voto de confiança a Morais, que foi barrado na semana passada. Após uma conversa com o jogador, o treinador decidiu sacar Vinícius para apostar no camisa 98. Outro desfalque certo é o atacante Edmundo. Suspenso pelo STJD por ter xingado o árbitro Wilson Souza de Mendonça, o Animal cumpre mais um jogo de punição.

Na zaga, Lopes também vai fazer uma mudança. Anderson, que participou dos dois últimos jogos, vai para o banco de reservas. Vílson vai ganhar uma oportunidade no setor. Pablo, que tem recebido elogios do treinador, foi mantido no meio-campo. O jogador, inclusive, afirmou que o time não terá vida fácil em São Januário.

– Eles estão atrás de nós na tabela, mas não existe mais jogo fácil neste Brasileirão. Todo mundo joga de igual para igual. Fomos a Recife e fizemos um jogo parelho com o Náutico. Eles também podem vir aqui e fazer o mesmo. Mas, por jogarmos em casa, temos a obrigação de sair com o resultado positivo – diz Pablo.

Ipatinga planeja reação

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

Para a viagem ao Rio de Janeiro, o técnico Ricardo Drubscky relacionou 19 jogadores e deixa claro que só vai divulgar a escalação do Tigre minutos antes de a bola rolar. Desde que o Campeonato Brasileiro começou, o Ipatinga esteve na zona do rebaixamento em quatro das sete rodadas disputadas até agora. Com o afastamento do lateral-direito Mariano, Márcio Gabriel deve ganhar mais uma chance na posição.

No ataque, Luciano Mandi deve perder a posição para Adeílson, que firma a dupla com Neto Baiano. O volante Augusto Recife, acostumado a jogar Campeonato Brasileiro, sabe que o Ipatinga pode reagir. E nada melhor do que começar esta reação contra o Vasco, na casa do adversário:

– É um jogo difícil, ainda mais dentro de São Januário. Fazia um bom tempo que o Vasco não perdia lá. Jogar lá é complicado, já joguei várias vezes. O Vasco conta com grandes jogadores, que podem resolver uma partida a qualquer momento. Cabe a nós irmos para lá concentrados, humildes, marcar bem a equipe deles e explorar os contra-ataques, para fazermos os gols – diz Augusto.

Transmissão ao Vivo Clique Aqui!

C.R. VASCO DA GAMA – RJ X IPATINGA F.C. – MG

Campeonato:

Competição: Campeonato Brasileiro 2008
Fase: 8ª rodada (primeiro turno)
Data: 27/06/2008 (domingo)
Hora: 18h20 (horário de Brasília)

Classificação:

Col  Time          PG  J  V  E  D  GP  GC  SG   %

12º Vasco          8  7  2  2  3   7   8  -1  38

18º Ipatinga       5  7  1  2  4   6  13  -7  24 

Localização:

Estádio: São Januário
Endereço: Rua General Almério de Moura, 131, Vasco da Gama, Rio de Janeiro (RJ)
Capacidade: 35.000 lugares
Dimensões do campo: 100m x 70m
Como chegar: ônibus: 209, 472 e 473

Tempo:
Previsão: 22ºC – Parcialmente claro
Possibilidade de chuva: 0%

Arbitragem:

Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR/Fifa)
Assistente Nº1: Altemir Hausmann (RS/Fifa)
Assistente Nº2: José Carlos Dias Passos (PR)
4º Árbitro: Antônio Frederico de Carvalho Schneider (RJ)

Escalações:

VASCO: Tiago; Vilson, Eduardo Luiz e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Jonílson, Pablo, Morais e Madson; Jean e Leandro Amaral.
Reservas: Roberto, Anderson, Souza, Bruno Gallo, Beto, Alex Teixeira e Alan Kardec.
Técnico: Antônio Lopes.
(clique no nome para ver a ficha técnica)

IPATINGA: Fred; Márcio Gabriel, Tiago Vieira, Gian e Rodriguinho; Augusto Recife, Xaves, Leandro Salino e Gerson Magrão; Neto Baiano e Luciano Mandi.
Reservas: Rodrigo Posso, Léo Oliveira, Patrick, Edmar, Paulinho Dias, Ricardinho e Adeílson.
Técnico: Ricardo Drubscky.

Ingressos:

Preços:
Arquibancada: R$30 (meia R$15)
Cadeiras para sócios: R$15

Vendas:
Locais: São Januário, Vasco-Barra, Lagoa, Habib’s Bonsucesso – Av.Brasil nº 5455,
Habib’s Pilares – Av.João Ribeiro nº 2.

Promoção:
Todos os jogos do Vasco no Brasileiro em São Januário por R$210.
Clique aqui para saber mais.

Transmissão:

Assista No Blogão do Biel

TV paga: Premiere
Rádio: CBN AM 860 e FM 92,5; Globo AM 1220; Tupi AM 1280; Manchete AM 760 (clique no nome para escutar)
Internet: Terra; UOL; Lancenet (clique no nome para acompanhar); GloboEsporte.com.

História:

Os dois times nunca se enfrentaram.

Edmundo antecipa aposentadoria. Eurico Miranda garante que não…

Atacante raspa a cabeça como forma de punição ao pênalti perdido contra o Sport. Presidente do Vasco diz que jogador treina nesta sexta

O atacante Edmundo reuniu a imprensa nesta quinta-feira para anunciar sua aposentadoria. Cabeça raspada, segundo ele mesmo como punição por ter perdido o pênalti que tirou o Vasco da Copa do Brasil, o jogador só esqueceu de combinar antes com Eurico Miranda.

Na seqüência, o presidente do Vasco se encontrou com o artilheiro e, pouco depois, avisou aos jornalistas que não aceitara a decisão.

– O Edmundo veio me falar que estava com interesse de parar, de rescindir o seu contrato, e eu não aceitei, ponto. Ele até me disse que falou com a imprensa que ia parar. Eu disse ‘É problema seu. Agora vai comunicar que veio aqui e não aceitei’ – disse, ao programa ‘Tá na Área’, do Sportv.

Eurico isentou Edmundo de culpa pela eliminação contra o Sport – o Vasco ganhou por 2 a 0 no tempo normal, com um gol de Edmundo aos 46 minutos da etapa final. O resultado levou o jogo aos pênaltis, e ele desperdiçou a primeira cobrança, enquanto o Leão converteu todas e ganhou por 5 a 4. Para o dirigente, a culpa é da arbitragem.

– Não foi o Edmundo o responsável pelo Vasco não ter se classificado. O responsável foi o árbitro. Eles fazem isso de forma impune, não existe punição. O bandeira que anulou aquele gol estará trabalhando normalmente de novo. Causa um prejuízo irreparável. O prejuízo de ordem financeira, de ordem moral que acarreta com a perda de uma classificação é irreparável. Sobre o Edmundo perder o pênalti, isso faz parte – afirma o presidente do Vasco.

Edmundo: ‘Vou antecipar a minha aposentadoria’

O Animal, após o encontro com o presidente cruzmaltino, não falou mais com a imprensa. Porém, ele havia sido categórico ao dizer que não jogaria mais.
– Eu que não devo mais estar aqui. Não agüento mais essa emoção. Estou indo lá na sala do presidente para informar a para ele. Vou antecipar a minha aposentadoria.

A decisão, que parecia ser irrevogável, tinha relação direta com o desapontamento do atacante com a noite terrível que passou nesta quarta após o jogo contra o Sport, quando passou de herói a vilão em cerca de dez minutos.

Após fazer o gol que manteve o Vasco vivo, Edmundo abriu a disputa de pênaltis. Só que bateu muito mal e jogou a bola por cima do travessão do goleiro Magrão. Depois disso, todos os jogadores seguintes acertaram suas cobranças, e o time pernambucano eliminou o Vasco dentro de sua casa.

Recentemente, Edmundo também foi vilão de uma eliminação do time cruzmaltino, na semifinal da Taça Guanabara, quando teve a chance de fazer o segundo gol do Vasco contra o Flamengo. Ele errou e a equipe acabou derrotada por 2 a 1. E em 2000, na decisão do Mundial de Clubes, no Maracanã,  contra o Corinthians, o Animal também isolou a penalidade e o título.

Na manhã desta quinta, o treinador Antônio Lopes já havia anunciado que Edmundo dificilmente enfrentaria o Grêmio, no fim de semana, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A explicação era justamente o desgaste emocional do atacante.

BOTAFOGO X VASCO – TRANSMISSÃO AO VIVO AQUI!

Internacional 1 x 0 Vasco

Em jogo feio, time cruzmaltino perde para reservas do Inter

Sem Edmundo e com um gol relâmpago do Colorado, Vasco é derrotado por 1 a 0 em sua estréia na competição nacional

Gaúchos levaram a melhor sobre os cariocas com um gol relâmpago

Mesmo com time praticamente reserva, o Internacional levou a melhor sobre o Vasco, na estréia dos times no Campeonato Brasileiro, em jogo que pode se repetir na semifinal da Copa do Brasil. Na tarde deste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, os donos da casa fizeram 1 a 0 sobre os cariocas, com gol relâmpago de Sidnei.

Considerado um dos favoritos ao título do Brasileirão, o Colorado conseguiu mostrar que tem jogadores bons em seu plantel para suprir os titulares durante a competição. Mas a formação reserva como um todo abusou dos erros de passe e não soube aproveitar a fragilidade da desorganizada defesa vascaína.

O Vasco, além das falhas de marcação na defesa, apresentou pouca força ofensiva. Com Morais bem marcado, viu a criatividade cair quase para zero. Somente no final do segundo tempo, aos 43 minutos, é que teve ótima chance de empatar com Leandro Amaral, mas o goleiro Renan fez excelente defesa.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional visita o Palmeiras, domingo, às 18h10, no Palestra Itália. O Vasco, por sua vez, recebe a Portuguesa, no sábado, também às 18h10, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

Antes disso, no entanto, as duas equipes têm compromissos pela Copa do Brasil, na quarta-feira. Na Ilha do Retiro, em Recife, o Inter enfrenta o Sport depois de vencer o primeiro jogo por 1 a 0. Já o Vasco enfrenta o Corinthians-AL após fazer 5 a 1.

Gol relâmpago e mais nada
Os primeiros lances do jogo deram a impressão de que o duelo entre gaúchos e cariocas seria movimentado. Tanto que logo aos 2 minutos Andrezinho bateu escanteio da esquerda e o zagueiro Sidnei marcou de cabeça. Mas foi só impressão.

Depois do gol relâmpago do Colorado, a partida foi um marasmo. Sem conseguir criar lances de perigo, as duas equipes truncaram o jogo no meio-de-campo. O Vasco, em desvantagem no placar, pouco chegou à área adversária.

– Estamos jogando muito distantes uns dos outros. Temos de marcar mais em cima, apertar o time deles para que a gente possa jogar também – analisa o atacante Leandro Amaral, da equipe de São Januário.

Do lado do Internacional, a justificativa para a atuação fraca em termos criativos foi de que o time treinou pouco a formação reserva colocada em campo pelo técnico Abel Braga, que poupou a maioria dos titulares para a Copa do Brasil.

A mesma falta de criatividade

A etapa final não teve melhora alguma em termos de emoção. As chances de gol continuaram escassas. E o primeiro bom momento aconteceu apenas aos 17 minutos, quando Rodrigo Antônio, do Vasco, cabeceou por cima do travessão.

O Internacional até que tentou algo diferente do que havia feito no primeiro tempo. Mas o excessivo número de erros de passes prejudicou o avanço do time gaúcho no campo de ataque. Melhor para o Vasco, que teve a marcação facilitada.

Quando conseguiu acertar um passe, o Colorado perdeu gol incrível. Após passe em profundidade de Walter, aos 29 minutos, o atacante Adriano apareceu sozinho na grande área, em frente ao goleiro Tiago, mas se atrapalhou com a bola.

Mas depois desse espasmo de bom momento, o jogo voltou à sua normalidade e continuou morno, sem chances de gol que fizessem o torcedor se empolgar.

Ficha do jogo

INTERNACIONAL x VASCO
Renan; Sidnei, Sorondo e Titi; Jonas, Pessanha (Marcão), Andrezinho (Ricardo Lopes), Derlei e Ji-Paraná; Iarley (Walter) e Adriano Tiago; Eduardo Luiz (Villanueva), Jorge Luiz e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Jonílson, Leandro Bomfim, Morais (Alex Teixeira) e Madson (Pablo); Alan Kardec e Leandro Amaral
Técnico: Abel Braga Técnico: Antônio Lopes
Gols: Sidnei, aos 2 minutos do primeiro tempo;
Cartões amarelos: Ji-Paraná, Titi, Derlei, Adriano (Internacional); Leandro Bomfim, Morais, Jorge Luiz (Vasco)

Público: 25.744  Renda: R$ 303.392,00

Estádio: Beira-Rio Data: 11/05/2008. Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa-SP) Auxiliares: Nilson de Souza Monção e Evandro Luís Silveira (ambos de SP)