Eurico Miranda: ‘Vou fazer de tudo para anular essa farsa’

Presidente do Vasco se mostra indignado com processo de votação

Em pronunciamento feito após a derrota do Vasco por 2 a 0 para o Palmeiras, neste domingo, Eurico Miranda deixou clara sua estratégia. Ele tentará anular a eleição que deu à chapa de Roberto Dinamite o direito de ter 120 conselheiros na reunião do Conselho Deliberativo que vai definir o novo presidente do Vasco na sexta-feira, às 20h. Eurico ainda avisou que, caso não tenha sucesso na Justiça, não será candidato na votação do conselho de beneméritos.

– Vou fazer de tudo para anular essa farsa. Não serei candidato dentro desse processo irregular. Mas não tenho dúvida de que o conselho de beneméritos vai apresentar um candidato, que não haja sucesso na Justiça. Tenho certeza de que as pessoas de responsabilidade no Vasco vão impedir esse golpe.

Eurico Miranda ainda se mostrou revoltado com a interferência externa no processo de votação do último sábado. Ministério Público e Tribunal Regional Eleitoral estiveram na sede do Calabouço para acompanhar as eleições.

– O conselho de beneméritos, que é o órgão mais importante do clube, decidiu que esta eleição deveria acontecer dentro do estatuto do clube. Mas o estatuto do Vasco foi rasgado. A eleição foi rejeitada pelo quadro social. A própria Justiça havia determinado que o processo eleitoral deveria ocorrer de acordo com o estatuto do clube, o que não aconteceu.

A oposição avisou que irá se manifestar na tarde desta segunda-feira, em coletiva na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro. O horário ainda não foi decidido.

Entenda o caso

A chapa de Roberto Dinamite saiu vencedora nas eleições de sábado. Se não conseguir sucesso na ação, Eurico vai retirar sua candidatura para a eleição da presidência, que está marcada para a próxima sexta-feira, às 20h, na sede náutica da Lagoa.

Dessa forma, a situação seria representada por Antônio Soares Calçada ou Amadeu Pinto da Rocha. O primeiro nome é do presidente de honra do clube, Calçada. Mas como ele está com problemas de saúde, ainda não se sabe se aceitará.

Os 120 conselheiros eleitos pela chapa branca de Roberto Dinamite e os 30 conselheiros da chapa azul, de Eurico, tomam posse na próxima sexta-feira e se juntam aos 150 conselheiros natos do clube para eleger o novo presidente.

Roberto teoricamente precisa de apenas 31 votos dos conselheiros natos para se tornar o novo presidente, já que teria os 120 votos daqueles eleitos pela sua chapa.

Mas a situação pode continuar no poder, caso Antônio Soares Calçada ou Amadeu Pinto da Rocha tenham mais de 120 dos150 votos dos conselheiros natos. Com os 30 votos dos conselheiros eleitos, a chapa azul teria a maioria dos votos para presidente, e só assim Dinamite perderia a disputa.

Anúncios



    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: