Edmundo antecipa aposentadoria. Eurico Miranda garante que não…

Atacante raspa a cabeça como forma de punição ao pênalti perdido contra o Sport. Presidente do Vasco diz que jogador treina nesta sexta

O atacante Edmundo reuniu a imprensa nesta quinta-feira para anunciar sua aposentadoria. Cabeça raspada, segundo ele mesmo como punição por ter perdido o pênalti que tirou o Vasco da Copa do Brasil, o jogador só esqueceu de combinar antes com Eurico Miranda.

Na seqüência, o presidente do Vasco se encontrou com o artilheiro e, pouco depois, avisou aos jornalistas que não aceitara a decisão.

– O Edmundo veio me falar que estava com interesse de parar, de rescindir o seu contrato, e eu não aceitei, ponto. Ele até me disse que falou com a imprensa que ia parar. Eu disse ‘É problema seu. Agora vai comunicar que veio aqui e não aceitei’ – disse, ao programa ‘Tá na Área’, do Sportv.

Eurico isentou Edmundo de culpa pela eliminação contra o Sport – o Vasco ganhou por 2 a 0 no tempo normal, com um gol de Edmundo aos 46 minutos da etapa final. O resultado levou o jogo aos pênaltis, e ele desperdiçou a primeira cobrança, enquanto o Leão converteu todas e ganhou por 5 a 4. Para o dirigente, a culpa é da arbitragem.

– Não foi o Edmundo o responsável pelo Vasco não ter se classificado. O responsável foi o árbitro. Eles fazem isso de forma impune, não existe punição. O bandeira que anulou aquele gol estará trabalhando normalmente de novo. Causa um prejuízo irreparável. O prejuízo de ordem financeira, de ordem moral que acarreta com a perda de uma classificação é irreparável. Sobre o Edmundo perder o pênalti, isso faz parte – afirma o presidente do Vasco.

Edmundo: ‘Vou antecipar a minha aposentadoria’

O Animal, após o encontro com o presidente cruzmaltino, não falou mais com a imprensa. Porém, ele havia sido categórico ao dizer que não jogaria mais.
– Eu que não devo mais estar aqui. Não agüento mais essa emoção. Estou indo lá na sala do presidente para informar a para ele. Vou antecipar a minha aposentadoria.

A decisão, que parecia ser irrevogável, tinha relação direta com o desapontamento do atacante com a noite terrível que passou nesta quarta após o jogo contra o Sport, quando passou de herói a vilão em cerca de dez minutos.

Após fazer o gol que manteve o Vasco vivo, Edmundo abriu a disputa de pênaltis. Só que bateu muito mal e jogou a bola por cima do travessão do goleiro Magrão. Depois disso, todos os jogadores seguintes acertaram suas cobranças, e o time pernambucano eliminou o Vasco dentro de sua casa.

Recentemente, Edmundo também foi vilão de uma eliminação do time cruzmaltino, na semifinal da Taça Guanabara, quando teve a chance de fazer o segundo gol do Vasco contra o Flamengo. Ele errou e a equipe acabou derrotada por 2 a 1. E em 2000, na decisão do Mundial de Clubes, no Maracanã,  contra o Corinthians, o Animal também isolou a penalidade e o título.

Na manhã desta quinta, o treinador Antônio Lopes já havia anunciado que Edmundo dificilmente enfrentaria o Grêmio, no fim de semana, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A explicação era justamente o desgaste emocional do atacante.

Anúncios



    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: